Atender bem para atender sempre!

JOAO_TESTA

Por: Hércio Correia de Oliveira*

No próximo dia 10 de outubro será comemorado o Dia do Empresário Brasileiro, o que nos leva a uma reflexão de como fazer para sobreviver às condições tão adversas e ainda crescer para continuar contribuindo com a economia do nosso país. Assim será possível todos entenderem que a geração de empregos e renda, depende de empresas saudáveis.

A luta diária de cada empresário, mostra o quanto está difícil manter em dia os compromissos, ter algum lucro, pagar um salário digno ao trabalhador e ainda arcar com a elevada carga tributária imposta; além do concorrido e competitivo mercado que estamos inseridos. Temos vivido uma estagnação econômica muito forte nesses últimos anos, que tem exigido um esforço muito grande e muita criatividade de cada um para chegarmos até aqui. Felizmente, começamos a perceber que a tempestade passou e agora iniciamos o trabalho de reconstrução da nossa economia. O poder de superação de cada um começa a se instalar e em breve começaremos a viver uma nova e animadora realidade.

A soma dos nossos esforços individuais resultará numa grande, sensível e visível melhora econômica de nosso município e de toda nossa região. A troca de experiência e a busca de informação, deve fazer parte das nossas ações como empresários para melhorar a nossa performance de participação no mercado. E não podemos nos esquecer que o atendimento é o que nos diferencia um do outro; é o que nos faz crescer ou nos tira do mercado, dependendo de que importância damos a esse, que é o principal quesito avaliado pelo cliente. Vamos ficar sempre atentos a como os nossos colaboradores estão atendendo aquelas pessoas mais importantes no nosso negócio: O CLIENTE. A cordialidade, com um sorriso desde a abordagem quando esse entra em nossas lojas, até o momento em que sai, não custa nada para a empresa, nem para o colaborador, mas é de um valor inestimável para o cliente. Ele vai sempre lembrar quando tiver que comprar um produto dos que você tem em sua empresa.

A cordialidade e a simpatia fazem bem para os dois lados: O cliente que se sente bem à vontade em sua loja e o colaborador que se sente valorizado e sempre lembrado pelo cliente.

Que, coletivamente, demos a devida importância a isso, independentemente do nosso ramo de atividade: comércio, indústria, ou prestação de serviço. Que tenhamos como objetivo tornar nossa cidade um referencial positivo em atendimento e assim veremos como isso tem o poder de transformação em nossas vidas.

A cordialidade e a simpatia fazem bem para os dois lados: O cliente que se sente bem à vontade em sua loja e o colaborador que se sente valorizado e sempre lembrado pelo cliente.
Vamos agir assim e no final do ano fazer uma avaliação do que isso representou para cada um.

*Hércio Correia de  Oliveira é empresário, tem formação superior em Gestão Estratégica de Organizações, é sócio proprietário da Ótica Ademar e Presidente da ACIC Cianorte.

Compartilhar